BREVES | COVID - 19 | Desobediência civil atinge níveis alarmantes

BREVES | COVID - 19 | Desobediência civil atinge níveis alarmantes

Vários efectivos da Polícia Nacional sofreram agressões físicas e ofensas morais por cidadãos já detidos, que se recusaram a cumprir às ordens de paragem obrigatória, no âmbito da acção preventiva da COVID-19.

Na conferência de imprensa de actualização dos acções preventivas da COVID-19 deste sábado, 4 de Abril, o porta-voz do Ministério do Interior, subcomissário Waldemar José, manifestou o descontentamento da corporação por estes actos de desobediência civil, que vão obrigar uma resposta proporcional dos efectivos nos próximos dias para manter a segurança pública.

Dentre os desobedientes, estão dez cidadãos julgados sumariamente em diferentes províncias. Na província do Bié, 15 cidadãos insurgiram-se contra as forças de policiais em serviço num dos mercados, onde houve disparos que resultaram no ferimento de um cidadão sob cuidados médicos no hospital provincial.